05 Dicas para evitar o temido Frizz no cabelo

05 Dicas para evitar o temido Frizz no cabelo

Compartilhar

O frizz é um velho conhecido da maioria das mulheres. Ele é aquele cabelinho arrepiado, muitas vezes curto que insiste em estragar qualquer visual. O frizz é causado principalmente pela falta de hidratação dos fios. Devido à alta porosidade e desidratação, alguns fios da parte mais externa do cabelo acabam armazenando energia estática, que é a grande geradora do frizz.

Por causa da desidratação dos cabelos, a fibra capilar acaba ficando ressecada. Sendo assim, o atrito entre os cabelos gera essa estática, causando o arrepiado do frizz. Um exemplo é quando você toma um choque. Devido a carga de energia, o cabelo acaba arrepiando. A falta de cuidado, banhos quentes, uso de químicas e do calor de chapinha e do secador acabam piorando o frizz.

Como exterminar  o frizz?

 

Cuide do seu cabelo

Um cabelo bem cuidado é um cabelo saudável, logo, menos propenso ao frizz. O ideal é apostar em um Cronograma capilar, que une etapas de hidratação, nutrição e reconstrução para manter os seus cabelos bonitos e sadios. Além disso, tome cuidado com o pH dos produtos capilares, para não evitar abertura das cutículas e mais ressecamento e perda de hidratação. Também evite o álcool, banhos muito longos e quentes e os instrumentos de calor. Se for preciso o seu uso, utilize sempre um protetor térmico para blindar os seus cabelos dos danos no excesso de calor.

 

Faca umectação com Óleo de Coco

O óleo de coco pode ser um aliado da saúde do seu cabelo. Ele pode ser utilizado de várias maneiras: como finalizador para evitar pontas duplas, disciplinar o cabelo, como pré shampoo para não danificar tanto os cabelos na lavagem. Mas, o seu principal uso é na umectação. Basta aplicar uma generosa quantidade de óleo de coco no couro cabeludo e na extensão dos fios, apostando numa massagem poderosa para que o produto penetre bem, ativando a circulação. Deixe o óleo no cabelo por no mínimo 2 horas, podendo dormir com o produto.

 

Banho com água fria

Assim como o calor do secador e da chapinha são prejudiciais para os fios, o banho quente também. Por isso, o indicado é sempre tomar banho com agua fria ou morna, pois ela sela as cutículas do cabelo, evitando que este perca umidade e hidratação. Caso você não consiga tomar banho frio, aposte no ultimo enxague dos cabelos com a agua fria.

 

Não esfregue o cabelo

O hábito de esfregar muito ao lavar, na hora de secar ou pentear, os torna mais frágeis e aumenta o risco de quebra. Ao sair do banho, retire a umidade apenas apertando e pressionando os fios contra a toalha, de maneira gentil e delicada.

 

Jamais durma com os fios molhados

O cabelo molhado fica mais elástico, propicio a quebra e queda. Dormir com os cabelos molhados também pode dar fungos no couro cabeludo, que causam mau cheiro, perda de brilho e possível queda generalizada do cabelo. O atrito do travesseiro, especialmente no cabelo molhado é certeza de cabelo arrepiado e frisado no dia seguinte. Por isso, tente sempre secar o cabelo antes de dormir, e aposte em fronhas de seda, cetim ou algodão para evitar a estática entre os fios.