8 Plantas ideais para ter em uma casa escura

8 Plantas ideais para ter em uma casa escura

Compartilhar

Plantas são uma ótima forma de tornar um ambiente mais bonito e aconchegante, de forma despretensiosa. Elas também são bastante relaxantes. Estudos comparam o nível de stress de pessoas que tem bastante plantas em suas casas com aqueles que não tem, e os resultados são impressionantes. O verde das plantas remete aquela sensação gostosa de natureza, de liberdade, o que consequentemente reduz os níveis de stress.

Ou seja, além de embelezar o seu ambiente, elas ajudam a deixar a sua vida digamos, mais leve. Entretanto, as desculpas para não trazer o verde para casa são muitas. Desde falta de tempo para cuidar das plantas, falta de jeito no manejo com elas e ainda, a falta de um ambiente apropriado em casa, com bastante luz solar.

Sim, as plantas realmente necessitam de bastante cuidado. Além de rega-las, é preciso manter as podas em dia, trocar de vaso se necessário. Quanto a questão da luz, ela é um fator determinante para o crescimento das plantas. Mas, você sabia que cada planta tem uma necessidade de luz especial?

Existem sim plantas que demandam ao mesmo tempo menos cuidado e menos luz para sobreviver bem e bonita. Se a falta de luz natural era uma desculpa para não trazer o verde das plantas para sua casa, vamos indicar 8 especiais que demandam pouca luz solar.

  1. Orquídea Baunilha – Vanilla bahiana

Esta espécie de orquídea, da família das trepadeiras, é normalmente encontrada presa a arvores. O professor Otavio Faria, do curso de Agronomia do Centro Universitário Anhanguera de Leme considera essa espécie de orquídea uma ótima opção para locais com pouca luz e fechados:

 “Além de serem belas plantas, apresentam lindas flores verdes e quando polinizadas podem produzir favas muito aromáticas. ”, afirma Otavio.

  1. Calatéia zebra – Calathea zebrina

Característica por ter uma folhagem semelhante ao padrão de uma zebra e tons de verde escuro e mais claro. Ela não cresce muito, entretanto é possível encontrar exemplares bastante equinos. Ela é ideal para ambientes externos com pouca luz, mas é preciso manter a umidade do ar e do solo alta para que ela se mantenha bela e saudável.

  1. Maranta-cinza – Ctenanthe setosa

Parecida com a Calatéia, esta espécie é originaria da América do Sul. Também tem folhas alongadas e com padrão diferente, só que desta vez de listras. Além de simples de cultivar, ela dá um toque rustica especial a qualquer ambiente.

  1. Dracena bambu – Dracaena surculosa

Esta espécie de bambu pede alguma forma de iluminação, mesmo que indireta. Ela é um ótimo opção por ser uma planta resistente e de baixa manutenção. “Nativa da África tropical, é uma planta muito bela e rústica que pode chegar até dois metros de altura, ótima para aqueles cantos altos da sala. ”, esclarece o professor.

  1. Clorofito – Chlorophytum comosum

Conhecia em algumas regiões como Planta aranha, ela é de fácil cultivo, ideal para quem não tem muita intimidade e tempo para as plantas. Plante-as em vasos pendentes que a beleza de suas folhas espalhadas vai se destacar mais ainda.

  1. Abacaxi-roxo – Tradescantia spathacea

Linda em ambientes internos como jardins de inverno, ela se adapta super bem a iluminação e ambiente diferentes. Para cultiva-la basta apenas uma quantidade reduzida de solo, que deve ser mantido sempre úmido.

 

  1. Flor de cera – Hoya carnosa

 “Nativa da China, é uma planta vigorosa, de fácil cultivo, muito resistente ao estresse de falta de água e apresenta belos buquês de flores muito perfumadas durante a manhã. ”, explica Otavio Faria. Fica bem tanto em vasos comuns quanto em vasos pendentes, a espécie perfeita para busca um meio termo entre o rústico e o delicado.

  1. Pleomele – Pleomele reflexa

Apesar de precisar de pouca luz, a Pleomele precisa de bastante umidade. Basta uma iluminação indireta que ela se mantem bonita e brilhante.