Blogueira fitness quer que as mulheres desencanem da celulite

Blogueira fitness quer que as mulheres desencanem da celulite

Compartilhar

Três coisas são verdades universais: um dia a gente vai morrer, todo mundo paga impostos durante a vida e todas as mulheres tem celulite! Sim, a celulite é algo completamente normal e que toda mulher eventualmente tem. Sabe aquela modelo linda de passarela, ou naquela capa de revista fitness? Sim, ela também tem celulite. A diferença é apenas o tratamento da imagem, para esconder essa indesejada imperfeição.

Sendo assim, como algo natural para a vida das mulheres, porque encaramos a celulite como um temor, algo terrível e que deve ser evitado a todo custo? Claro que um bumbum lisinho e sem celulite é lindo e que todas querem, mas qual o preço a se pagar? Será que é saudável para a imagem feminina essa propagação de um ideal de beleza quase impossível de ser alcançado?

Os movimentos de aceitação do corpo estão ganhando cada vez mais forca. A mais nova porta-voz contra o estigma social da celulite nas mulheres é Erin Motz, conhecida como Bad Yogi, blogueira e famosa pelo Instagram.  Ela defende que precisamos aceitar a celulite como algo que acontece com todas e não como uma doença ou sinônimo de gordura e falta de cuidado com o corpo:

“Não é preciso sentir vergonha por isso! É como ter sobrancelhas ou orelhas. Elas apenas estão ali! Se você tem um corpo, apresentará isso também essas características. ”

Ela mesma, praticante de yoga a muitos anos e bastante magra também tem celulite e não considera um sofrimento. “Mudanças de percepção começam com a gente. Começam com VOCÊ! Sou do tipo físico mignon e quando me movimento de certas maneiras, minhas celulites ficam aparentes e também marcas de estrias que adquiri após várias mudanças no meu corpo”.

O início de todo este movimento de Erin pela aceitação da celulite se deu após uma história de uma modelo super magra que pediu a um amigo que manipulasse a sua imagem antes de publicar nas redes sociais. O pedido era simples: retirar a celulite das coxas para ter pernas magras e lisas.

O assustador é que a manipulação de imagens pela mídia especializada fez com que as mulheres passassem a odiar os seus corpos, por causa da celulite. “E se começássemos a enxergar essas imagens “perfeitas” como elas realmente são: imagens editadas que pretendem destacar um item ou ideia e que NÃO representam o modelo que um corpo deveria seguir? ”, ela escreveu.

E você? Que tal começar a se amar um pouco mais? A perceber a sua verdadeira beleza, independente de padrões impostos pela sociedade e pela mídia? Apesar de difícil, este processo é bastante gratificante, e um verdadeiro autoconhecimento. Não apenas pelas celulites, mas pelo seu tipo de corpo, estrias, cabelo, cor de pele e por aí vai. Aposto que você vai perceber como é linda!