Como celebrar a auto estima da sua filha cacheada ou crespa

Como celebrar a auto estima da sua filha cacheada ou crespa

Compartilhar

Os movimentos celebrando a aceitação do seu corpo e cabelo tem ganhando muita forca nos últimos anos, e o principal deles é a aceitação da beleza dos cabelos naturais, cacheados ou crespos. No Brasil, mais de 53% das Brasileiras tem cabelos naturalmente cacheados ou crespos. Destas, apenas 30% conservam os fios naturais, enquanto o restante alisa ou relaxa os cabelos.

Por muitos anos fomos condicionadas a achar apenas belo o cabelo liso ou com leves ondas. Os cabelos cacheado ou crespo sempre foi motivo de tristeza, irritação e chacota para aquelas que o tinham. Isso que levou a estatística acima, onde, para se sentir aceita, a grande maioria das cacheadas alisam os fios, danificando os cabelos e a sua saúde.

Se engana quem acha que apenas mulheres adultas passam por esse tipo de procedimento. Hoje é muito comum ver crianças, a partir dos 05 anos de idade nos salões fazendo químicas pesadas para deixar os fios lisos. Além de ser perigosos para a saúde, alisar o cabelo desde cedo tem efeito negativo no auto estima da sua menina cacheada. Se você tem uma filha ou filho de cabelos cacheados ou crespos e não quer que eles passem por todo esse sofrimento desde cedo, vamos te ajudar com dicas práticas para celebrar a autoestima e beleza do seu filho cacheado.

Aposte em produtos específicos para cacheados

Diferente da época em que você era criança e não existiam produtos específicos para o seu cabelo, que não fossem alisante, esse movimento de aceitação dos fios naturais gerou uma revolução no mercado de cosméticos. Hoje já é possível encontrar com relativa facilidade produtos para cabelos ondulados, cacheados ou crespos, de acordo ao seu grau de ondulação. É possível ainda encontrar produtos específicos para crianças cacheadas, que não contenha ingredientes pesados e maléficos para a saúde.

É essencial o uso de um produto especifico para cacheado, por conta das particularidades desses fios: eles precisam de mais hidratação a base de óleos e nutrientes mais pesados para manter o brilho e definição, além da necessidade de poucas lavagens, diferente dos cabelos lisos que ficam facilmente oleosos. Aposte também em um bom corte, ele é capaz de revolucionar a definição e beleza dos cabelos cacheados ou crespos.

Representatividade

Apesar de ainda ser muito mais comum ver, nas series ou filmes infantis crianças com cabelos cacheados ou crespos em relação aos personagens lisos, eles existem. Procure mostrar para os seus filhos que o cacheado tem poder, que podem se tornar o que quiserem. Mostre para eles vídeos, desenhos ou pessoas de sucesso que tenham essas características. Vale conferir o vídeo postado no canal da atriz Samara Felipo, que tem duas filhas lindas e cheias de cachinhos sobre como promover a representatividade em casa desde cedo.

Cuidado com os adjetivos pejorativos

Apesar de puras e verdadeiras, crianças podem ser muito cruéis. Na socialização na escola ou até em casa, evite o uso de adjetivos pejorativos em relação aos cabelos. Dizer que os cabelos são ruins, duro, ou ainda o famoso sarará acaba com a auto estima do seu filho cacheado. Tudo isso faz com que a criança propague aquele estigma de que cabelo cacheado é algo negativo. Faça o contrário, sempre que possível elogie a beleza dos cachinhos, da sua definição, brilho e maciez para a sua criança se sentir especial por ser cacheada.

Ensine ela como se defender

Mostre para o seu filho que desde cedo ele tem que se defender, se mostrar firme nas suas convicções e ideais. Ou seja, ensine a ele que sempre que um coleguinha na escola, ou algum amigo ou parente faca insultos relativos ao seu cabelo, como os citados acima dizendo que o cabelo é ruim ou duro, o seu filho deve responder e não aceitar o desaforo. Claro que educação é essencial e que o insulto não deve ser encarado como uma brecha para o seu filho ofender o outro, mas ensine a ele não aceitar esse tipo de conduta e nem achar que ser ofendido pelo seu cabelo é algo natural.