Como proteger o seu bebe na praia

Como proteger o seu bebe na praia

Compartilhar

Verão é sempre sinônimo de férias, de muita piscina e praia e principalmente, muito sol. Junto com as famílias, muitos bebes tem a sua primeira vez na praia, que geralmente vem cercada de muita alergia e felicidade. Entretanto, as mames e papais devem ter uma atenção redobrada com a pele e a saúde do seu bebe, que ainda é muito sensível.

Segundo a dermatologista Gladys Mouessati Abud não há um consenso sobre a idade ideal (ou mínima) para que a criança comece a ir à praia. Os pediatras, em geral, recomendam somente expor o bebe ao sol diretamente após os 6 meses, quando já se pode utilizar os protetores solares sem riscos a pele ainda muito sensível e em formação dos bebes.

Sol faz mal para bebês?

Os bebes, assim como todas as pessoas em qualquer idade, podem (e devem) tomar banhos de sol em horários mais seguros, onde os raios solares não são tão fortes. De acordo a idade do bebe existem tempos de exposição ao sol seguros, mas, novamente, antes dos 6 meses de idade essa exposição não pode ser prolongada.

“São suficientes 15 minutos por duas a três vezes por semana, sem o uso de filtro solar, para manutenção dos níveis adequados de vitamina D. A partir dos seis meses, a recomendação é utilizar filtros solares adequados para idade, sempre evitando os horários de pico solar, que é das 10 às 16 horas”.

Outra preocupação são as queimaduras solares, elevando o risco do aparecimento das temidas brotoejas, além de ressecar e desidratar a pele do bebe. Por isso é essencial que o bebe use roupas com proteção solar, porem feitas de tecido leve, de preferência fibras naturais como o algodão. O boné é um acessório essencial. Mantenha o bebe sempre embaixo de um guarda-sol, evitando as partes mais secas da área que tem alta concentração de fezes de animais que causam uma dúzia de infecções e micoses na pele.

“O guarda-sol geralmente não é feito de material capaz de realizar a fotoproteção adequada. Portanto, não adianta manter a criança na sombra sem outra proteção mecânica, pois os raios solares atingem a pele. Além disso, a areia também reflete os raios”.

A maneira correta de aplicar o protetor

Junto com as roupas com proteção solar, o protetor solar é a maior arma contra a exposição excessiva do bebe aos raios solares. Entretanto, muitos papais ainda têm dúvidas na hora de escolher e de aplicar o produto, que é essencial para a sua eficácia.

“O protetor solar deve ser aplicado 15 minutos antes da exposição e 30 minutos antes da imersão em água. Prefira realizar a primeira aplicação em casa, antes de vestir a roupa. E reaplique a cada duas horas ou após longas imersões na água. É essencial que seja uma quantidade generosa de fotoprotetor, pode ser até mesmo duas camadas de forma consecutiva para dobrar a quantidade”.

 

Bebê no mar

O ditado diz que a agua do mar cura tudo. E sim, ela é benéfica ao seu beber, por ter uma série de micronutrientes e poder relaxante. Todavia, a exposição excessiva a agua salgada pode ocasionar ressecamento e descamação da pele do bebe. Também esteja atento a temperatura da agua.

“Os bebês não devem ser colocados em ambientes com água gelada. Por ainda terem a barreira cutânea imatura, perdem bastante calor, ou seja, eles sentem frio com muita facilidade. Quando a criança começa a andar, ela também desenvolve o gosto pela brincadeira com o vai e vem das ondas. É nessa época que o bebê tolera melhor a água fria e começa a criar uma relação com o mar”.

A água do mar pode afetar ainda o couro cabeludo, que fica mais sensível, sobretudo se somado à exposição solar. Por isso, ainda na praia, o excesso de sal e areia deve ser retirado tanto da pele como dos cabelos e das vestimentas.

 “O ideal é limpar a pele com água doce e trocar a roupa de banho por outra sequinha. Outra dica é evitar o uso de fraldas na água, pois elas retêm bastante umidade e facilitam o aparecimento de assaduras”.

Pós Praia

Os papais devem continuar com os cuidados com a pele do bebe após a praia.

“Os pais devem dar banho no filho imediatamente, para limpar o suor e tirar resquícios do protetor solar da pele do bebê e, depois, hidratar com cremes específicos. Se a pele ficar avermelhada, são indicados cremes calmantes com aloe vera ou camomila e pasta d’água para aliviar o desconforto”.