Conheça o Selênio, o mineral que ajuda a combater o câncer

Conheça o Selênio, o mineral que ajuda a combater o câncer

Compartilhar

O selênio é um mineral bastante importante para a saúde, porem um tanto difícil de ser encontrado nos alimentos. Um dos alimentos mais ricos nesse nutriente é a castanha-do-pará, que é excelente para a saúde num geral por ser um antioxidante natural e ótima para a dieta por garantir uma sensação de saciedade.

 “Mas cabe lembrar que o teor de selênio nos alimentos varia de acordo com o tipo de solo em que eles são produzidos”

Ou seja, não será apenas consumindo um alimento com alta quantidade de selênio (em teoria) que você estará suprindo a carência desse mineral. É importante sempre considerar a origem daquele alimento. Se possível, procure os orgânicos e de procedência conhecida, onde a qualidade do alimento e quantidade de nutrientes será controlado.

Estudos recentes de cientistas europeus com mais de 500 mil pessoas apresentou uma faceta até então desconhecida do selênio: combater o câncer, em especial o de fígado. Esta pesquisa se estendeu por anos, com o aval de entidades respeitadas, como a Agência Internacional para Pesquisa em Câncer.

O resultado é que o selênio protege o organismo contra o câncer de fígado e pode retardar o aparecimento de tumores, mesmo naqueles pacientes com fatores de risco para este tipo de câncer.

Apesar de os mecanismos de ação não estarem claros, a nutricionista Silvia Cozzolino, da Universidade de São Paulo, conta que o selênio é um poderoso antioxidante. Por causa disso, seria útil contra todas as doenças que têm como pano de fundo uma produção exacerbada de radicais livres – caso do câncer.

 O preço alto da castanha-do-pará

Como principal fonte do selênio, muitas pessoas passaram a procurar a castanha-do-pará. Entretanto, o valor deste oleaginosa ainda é bastante elevado, o que desencoraja muitas pessoas a consumi-la. Se este é o seu caso, fique tranquilo. A quantidade recomendada para consumo diário é de apenas duas castanhas, para suprir a necessidade de selênio. Lembrando que o excesso de selênio no organismo é toxico.

Boas fontes de selênio

Apesar da castanha ser a maneira mais conhecida e ser o alimento com maior concentração de selênio, é possível suprir a carência desse mineral com outros alimentos. Estes podem ser encontrados com maior facilidade com o preço mais modesto.

  • Pescada branca: em 1 filé pequeno tem 12,9 (µg).
  • Peito de frango assado: 1 unidade pequena possui 8,5 (µg).
  • Farinha de trigo: 6 colheres de sopa contêm 6,4 (µg).
  • Ovo cozido: em 1 ovo cozido encontra-se 5,9 (µg).