Entenda qual o seu tipo de TPM: A, C, D, H ou...

Entenda qual o seu tipo de TPM: A, C, D, H ou O

Compartilhar

A grande maioria das mulheres sabe na pele o que é a tensão pré-menstrual. Mais conhecida pela sigla TPM, ela atinge as mulheres antes do período fértil, do período da menstruação, e traz uma série de sintomas nada a agradáveis. Estima-se que cerca de 80% das mulheres sofram com algum dos sintomas. Dentro desse número, 20% das mulheres sofrem tão fortemente com a TPM que os seus sintomas atrapalham a vida cotidiana.

Os principais são as cólicas (que variam de leves, moderadas e de grande intensidade), dor de cabeça constante, irritabilidade, entre outros. Estudos recentes dizem existir mais de 200 sintomas da TPM, não necessariamente ligados a menstruação, e sim a descarga de hormônio nesse período.

Tipos de TPM

Pela variedade de sintomas e a necessidade de tratar cada um deles de maneira diferente para um resultado eficaz, a TPM foi categorizada em 05 grandes tipos. Apensar de todas terem sintomas em comum como cólica e irritabilidade, cada um desses tipos é “dominada” por uma característica.

  • TPM tipo A: O grande sintoma é a ansiedade.
  • TPM tipo C: Aumenta a vontade de alimentos gordurosos e calóricos, como frituras e doces.
  • TPM tipo D: Traz um período de depressão.
  • TPM tipo H: Provoca retenção de líquido e inchaço.
  • TPM tipo O: reúne todos os outros sintomas pré-menstruais e manifestações atípicas, como cólicas e enjoos.

Segundo o ginecologista Renato de Oliveira, da Criogênesis, empresa de pesquisa e biotecnologia, a maioria das mulheres que sofre de TPM tem vários sintomas diferentes, apresentando mais de um tipo de TPM.

 Como aliviar os sintomas?

A TPM e seus sintomas ainda são, de certa maneira, uma incógnita para os médicos, que não sabem a melhor abordagem medica para lidar com essa condição. Na grande maioria dos casos, eles optam pelo uso de anticoncepcionais. “Como os sintomas surgem devido a variações hormonais, os anticoncepcionais podem ser usados em todos os casos, desde que sejam indicados por um médico”, comenta.

A indicação médica é necessária porque trata-se de um medicamento que pode apresentar riscos e efeitos colaterais. Além disso, existem os mais indicados para cada um dos problemas relatados ao profissional. Outro ponto importante é que, às vezes, um desconforto que é visto como característico da TPM nem sempre está relacionado a ela. Por exemplo, a diarreia antes da menstruação pode ser um indicativo de endometriose.