O consumo de álcool é bom ou ruim para a saúde?

O consumo de álcool é bom ou ruim para a saúde?

Compartilhar

Com certeza você já viu reportagens e artigos falando sobre os malefícios do álcool no organismo. Como ele contribui para o aumento do colesterol e para a formação de doenças no fígado, relacionadas ao abuso de álcool, como a cirrose. Entretanto, uma corrente mais moderna de pensamento defende o contrário. Que o álcool, em pequenas quantidades é na verdade bom para o funcionamento do organismo, principalmente para o coração.

A principal bebida alvo do estudo foi o Vinho Tinto, que se acredita ser ótimo para a saúde cardiovascular, por ser um vasodilatador natural.

Outro benefício é que o vinho atua como um antioxidante natural, reduzindo a possibilidade de derrames cerebrais, livrando o corpo de toxinas e radicais livres que causam o envelhecimento precoce das células.

Porém, nunca ficou claro se o efeito antioxidante era apenas pela presença da uva, ou se era pela fermentação dela em forma de vinho. Para concluir este questionamento, pesquisadores da Universidade de Barcelona conduziram um estudo para descobrir os efeitos benéficos do vinho no nosso organismo. Os resultados foram posteriormente publicados para a comunidade cientifica no The American Journal of Clinical Nutrition.

O estudo foi conduzido com um grupo de controle de 67 homens com alto risco e tendência para desenvolver doenças cardiovasculares. Nas duas primeiras semanas eles não ingeriram qualquer bebida alcoólica, passando depois a 02 copos de vinho, por dia. No mês seguindo foi alterado para o vinho sem álcool, ou suco de uva concentrado. Os pesquisadores mediram durante todo esse período os níveis de várias substancias químicas relacionadas à formação de placas nas paredes das artérias e que funcionam como marcadores de inflamações, no organismo desses participantes.

Os resultados indicaram que, durante o período de consumo do vinho tinto com álcool, houve uma redução significava do nível de interlucina-10. Esta substancia é responsável pela redução de inflamações nas artérias.

Ou seja, o álcool seria o responsável por melhorar o sistema cardiovascular, por funcionar como um vasodilatador natural.

Outra descoberta foi que, se ingerida uma quantidade pequena de vinho por dia, a pressão sanguínea acaba naturalmente baixando, exatamente pelas propriedades de vasodilatador, melhorando o fluxo de sangue pelo organismo. Entretanto, o segredo mora na moderação! Por mais o vinho e o álcool sejam sim bons para o organismo, não podemos exagerar.

Os exageros, além de efeitos sociais da bebedeira e da ressaca, podem surtir efeitos diversos para a saúde do coração. O sistema nervoso simpático, responsável por regular a cadencia do coração, acaba ficando confuso e gerando mais batimentos que o necessário. Isso é responsável pelo aumento da pressão sanguínea, o que é péssimo para a maioria das pessoas. O coração entra em um verdadeiro estado de arritmia.