Opcoes leves para tirar o pao do jantar

Opcoes leves para tirar o pao do jantar

Compartilhar

A vida corrida muitas vezes nos impede de ter uma boa alimentação. A maioria das pessoas ficam o dia inteiro fora de casa, no trabalho ou faculdade e acabam se alimentando lá. Como consequência, aquele prato de almoço bem balanceado acaba sendo substituído pelo salgadinho + refrigerantes, uma opção barata, pratica e péssima para a sua saúde.

Ao chegar em casa à noite, após um dia cansativo, o primeiro pensamento é comer algo gostoso e que não leve muito tempo para fazer. As escolhas, mais uma vez acabam não sendo saudáveis e o pão é o maior vilão da janta. Você sabia que se alimentar à noite requer alguns cuidados especiais, principalmente, se você estiver fazendo dieta e não quer vacilar.

Ao contrário de que muitos acham, que dieta é sinônimo de muito dinheiro, você pode investir em alimentos saudáveis e baratos para um jantar leve, sem comprometer a sua dieta.

A oferta de produtos voltados para este estilo de vida é enorme, mas também há alternativas simples, práticas, naturais e que não vão desfalcar o seu bolso e serão ainda mais saudáveis. Consultamos os especialistas os especialistas Felipe Monnerat, nutricionista e personal trainer e Luana Priscila Pinto dos Santos, nutricionista com especialização em Nutrição Esportiva Funcional, para dicas do que comer a noite sem comprometer o bolso, a dieta e sem ficar pesado demais para dormir.

Felipe Monnerat, diz que aquela antiga história de “café da manhã de rei, almoço de príncipe e jantar de plebeu” faz sentido, mas não deve ser encarada como regra. O segredo é a moderação. Evite refeições muito pesadas principalmente se você já tem histórico de doenças gastrointestinais (refluxo, gastrite, úlceras) ou se apenas deseja perder um peso.

Já para aqueles que querem ganhar peso e massa muscular magra, ou que tem jornadas de trabalho noturno esse padrão deve ser revisto. Uma refeição noturna ideal, leve e nutritiva deve contem alimentos de todos os grandes grupos alimentares, como carboidratos, fibras e proteínas, recomenda Luana.

Ovos e Omeletes 

Muito de discutiu se o ovo era saudável ou não e por muito tempo ele ficou na lista negra de alimentos. Entretanto, o ovo é um alimento completo sob o ponto de vista nutricional, além de excelente fonte de proteínas. Aquela história de evitar a gema para não aumentar o colesterol ruim é um verdadeiro equívoco. O ovo, ao contrário do que se achava, ajuda a aumentar o colesterol bom, o HDL.

Algumas sugestões de preparo: Ovos mexidos com azeite de oliva, alho e cebola. Na forma de omelete batido no prato com cenoura, tomate, espinafre e cebola. Ovos pochê (esquentar a água, colocar vinagre, fazer um redemoinho com a colher e jogar os ovos até cozinhar). Ovos cozidos regados com azeite de oliva, orégano e tempero verde.

Carnes brancas 

Ótimas fontes de Ômega 3 e 6 e ácidos graxos, as carnes brancas magras como peixes e frango são ideais para uma janta nutritiva.

Sugestão de preparo: temperar com cebola, alho, limão e azeite de oliva e grelhar em uma panela antiaderente. Pode-se também assar no forno coxa e sobrecoxa de frango junto de legumes como a batata doce, tomate, cenoura, brócolis, cebola roxa e pimentões coloridos.

Saladas

As saladas além de versáteis, são uma ótima opção para qualquer horário, incluído no jantar. Além de leves e nutritivas, você pode acrescentar proteínas e oleaginosas as suas saladas, para torna-las mais completas. Folhas verdes, rúcula, alface, agrião, acelga e espinafre são ótimas opções para o preparo à noite.

Sopas 

As sopas e cremes além de práticas são nutritivas, leves e com poucas calorias. Você pode prepara-las da sua forma preferida, pode congelar-las para ter uma sopa sempre que precisar.

Uma sugestão é acrescentar uma proteína, como frango u ovo as suas sopas. Você pode ainda cozinhar a sopa e congela-la para maior praticidade, sem perder os nutrientes principais.