Os consultórios veterinários estão cheios de cães com coceira

Os consultórios veterinários estão cheios de cães com coceira

Compartilhar

Hoje os cães são verdadeiros membros da família. Pesquisas apontam que há mais cachorros do que crianças nos lares brasileiros, principalmente de casais novos. Muitos preferiram não ter filhos e viram nos cães uma forma de amor e companhia incondicionais. Outros ainda tem cães como uma espécie de “test-drive” para a paternidade.

Com esse aumento, a procura pelos consultórios veterinários tem crescido bastante, e as grandes empresas estão cientes disso. O laboratório Zoetis entrevistou 400 veterinários do Brasil todo e, durante o bate-papo, descobriu um dado curioso: a cada dez atendimentos com clínicos gerais, de três a cinco são relacionados a assuntos dermatológicos. A pesquisa também apontou que quase 85% dos profissionais notaram um aumento na procura por especialistas em doenças de pele.

A grande queixa dos donos é sempre a mesma: muita coceira. Os donos agora estão mais atenciosos aos seus animais, e a veterinária evoluiu bastante a ponto de ser possível um diagnóstico mais correto e certeiro sobre a causa dessa coceira.  A verdade é que a coceira entre os cães pode ter uma serie de causas, sendo as principais listadas abaixo. O importante é consultar um profissional especializado (se possível um dermatologista animal) para descobrir a verdadeira causa da coceira, e não tratar apenas os sintomas!

Pulga e carrapato: São as causas mais comuns da coceira. Hoje já é possível adquirir produtos que livram o seu cão de pulgas e carrapatos por meses, como é o caso dos comprimidos mastigáveis e das coleiras anti pulgas.

Ansiedade: Boa parte dos cães de apartamento ficam sozinhos o dia todo, sem uma companhia humana ou canina. Isso estimula a ansiedade, que pode se manifestar em forma de coceira, sem explicação.

Dermatite atópica: O animal tem irritações na pele quando se expõe a elementos alérgenos, como pólen e ácaros. É essencial procurar um veterinário dermatologista para investigar os verdadeiros causadores da alergia, e evitar que eles apareçam na sua casa.

Sarna: Provocada por ácaros, coça bastante. E se engana quem acha que sarna é somente comum nos cães de rua. Mesmo com a limpeza da sua casa e do seu caso, ele pode sim apresentar a sarna, que pode ser facilmente tratada.

Alergia alimentar: Muitos cães, além da alergia tópica, apresentam alergia alimentar. Pode ser a proteína ou aos conservantes da ração. O tipo de alergia também pode ser detectado através de um exame de sangue. Caso seja positivo, você pode investir na ação hipoalérgica, com composição a fim de minimizar o aparecimento de alergias alimentares, ou ainda partir para a alimentação natural. A qualidade de vida do seu cãozinho irá aumentar muito!