Porque amamentar emagrece?

Porque amamentar emagrece?

Compartilhar

Não resta nenhuma dúvida nenhuma de que a amamentação é benéfica, não somente para a mamãe, mas também para o bebe. O leite materno é uma fonte inesgotável de vitaminas, minerais, anticorpos e outras substâncias que o bebe precisa nos seus primeiros meses de vida. Sendo assim, a alimentação do bebe deve ser exclusiva de leite materno nos seis primeiros meses de vida.

Outro benefício da amamentação é o vínculo que a mamãe e o bebe criam no momento do alimenta mento. É essencial escolher um local calmo, tranquilo para que tanto a mãe quanto o bebe possam se sentir confortável nesse momento de intimidade máxima. Mais um fator para estimular o aleitamento é o fator emagrecimento para as mulheres lactantes. Isso porque o ato ide amamentar é excelente para a perda de peso após o parto, reduzindo os níveis de colesterol no sangue assim como a glicose. Mas, você sabe porque amamentar emagrece?

Porque amamentar emagrece?

A sucção do bebê estimula a produção de prolactina e ocitocina, que fazem o organismo materno produzir mais leite. O mesmo hormônio responsável pelas contrações uterinas durante o parto e pela liberação do leite materno, a ocitocina, é a grande aliada também na ajuda para perda de peso.

Em estudos realizados em laboratório, a administração de ocitocina em animais ajudou a reduzir a quantidade de alimento ingerida, a gordura localizada no fígado e a gordura abdominal, além de melhorar a tolerância à glicose. Não houve efeito adverso sob a pressão arterial ou sobre as atividades locomotoras dos animais.

Ocitocina X Compulsão Alimentar

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Medicina de Jichi no Japão, relaciona a liberação dos hormônios ocitocina e prolactina no organismo com a redução na quantidade de comida consumida, funcionando como uma espécie de mecanismo de controle da compulsão alimentar. É o que diz a Dra. Yuko Maejima

 “Essas descobertas revelam novos efeitos anti obesidade e anti síndrome metabólica da ocitocina”

Para a pesquisa, injeções de ocitocina foram aplicadas nos voluntários, diariamente. Os que receberam essas injeções tiveram uma perda de peso resultado de menor quantidade de alimento consumida mais rapidamente do que aqueles que não tiveram as injeções dos hormônios. Os pesquisadores ainda notaram que essa redução de peso corporal não durou apenas os dias das injeções, como também se estendeu por até 09 dias após o fim dos tratamentos.

A amamentação, com o ato de sucção do seio pelo bebe é a forma mais fácil do organismo produzir ocitocina. Por isso, mulheres lactantes contam com esse incrível mecanismo para facilitar seus corpos a voltaram ao normal após o parto.