Relaxe e alivie o stress com os livros de colorir

Relaxe e alivie o stress com os livros de colorir

Compartilhar

Sucesso no mundo todo, os livros de colorir viraram papo de adulto. Entre fotos de animais de estimação e comidas, agora é normal se deparar também com a arte dos seus amigos nas redes sociais. Em meio a tantas cores, formas e linhas, muita gente acaba se encantando com a novidade.

Hoje, os livros de colorir já vendem milhões de cópias no mundo todo e, com tamanho sucesso, o mercado tem oferecido cada vez mais opções de desenhos inspirados em diversas temáticas, de forma que um número crescente de pessoas é impactado por essa tendência. Diante disso, dizer que não possui dotes artísticos não é mais uma desculpa para quem gosta de trabalhos manuais e se preocupa demais com a perfeição ou subestima suas próprias habilidades.

Além de inspiração e beleza, as propostas dos livros de colorir também têm apresentado maior ousadia e mais foco na realidade da vida adulta, mas de uma maneira mais leve, que faz com que o ritmo cotidiano seja desacelerado e ninguém se sinta perdendo tempo ou dinheiro por isso. Os benefícios, sem dúvidas, são vários e justificam muito bem a atual cobiça por caixas de lápis de cor e giz de cera.

Os benefícios da atividade para adultos

A psicóloga comportamental Letícia de Oliveira comenta que a mania de colorir está de volta, mas agora no mundo dos adultos. “Gostei muito dessa nova tendência e vejo muitos benefícios nessa atividade, tais como: o treino da concentração e da criatividade, por mexermos com o nosso lado lúdico; o combate ao estresse; a diminuição da ansiedade e o aumento da tolerância à frustração” aponta a especialista.

Em meio à tanta tecnologia e tanta praticidade, voltamos a trabalhar habilidades que exigem paciência e atenção e dedicação aos detalhes, pontos que são normalmente esquecidos na rotina atual das pessoas, destaca Letícia.

Além dos benefícios que a atividade proporciona à pessoa como indivíduo, colorir esses livros para adultos também gera mais colaboração, troca de informações e socialização, pois a vontade de compartilhar o que foi feito e ver o que outras pessoas estão pintando e como estão fazendo isso se torna uma parte natural desse processo criativo.

Pode-se fazer essa troca de fotos dos desenhos através de redes sociais como Facebook e Instagram, além dos compartilhamentos entre amigos e conhecidos via Whatsapp e outros aplicativos de mensagem instantânea. Em vista disso, sem dúvidas esse tipo de atividade pode ser muito positiva para quem a exerce e vale a pena experimentar!