Significado de nomes curtos e delicados para meninas

Significado de nomes curtos e delicados para meninas

Compartilhar

A chegada de um bebe na família é sempre um momento de bastante alegria. Os preparativos para a chegada do bebe começam cedo, seja as roupinhas, o quarto até a escolha do nome do bebe. A escolha do nome, que para alguns é bastante simples e intuitiva, é um momento de tensão para muitos pais.

Isso porque o nome determina muita coisa na vida da pessoa. Desde aqueles que acreditam em numerologia, ou até os pais que querem escolher um nome simples e tradicional para os seus bebes, todos acabam interessados no significado do nome. Ultimamente o número de bebes registrados com nomes curtos tem se tornado uma verdadeira tendência. Seja por delicadeza, para compensar o sobrenome longo ou apenas por gosto, o nome curtinho tem feito bastante sucesso e podem ser uma inspiração para você.

Alice: Nome bastante popular na França e na Inglaterra, Alice significa “de qualidade nobre”. As representações de “defensora” e “protetora” também são atribuídas a esse nome.

Ana: O nome Ana vem do original em hebraico Hannah, mais tarde do latim Anna, que quer dizer “graciosa, cheia de graça”. O nome feminino, que reflete o sentido de dádiva ou oferta, foi bastante popular durante o Império Bizantino e Idade Média.

Bela: Pode ser considerado o diminutivo de Isabela e significar “casta”, “pura” ou “consagrada de Deus”. Mas também ganha o significado do adjetivo bela, em português, que quer dizer “formosa” ou “bonita”.

Dara: Normalmente relacionado à sabedoria, o nome Dara na língua hebraica significa “misericórdia”. Mas significa “rico” em persa e significa “estrela” em Khmer (idioma oficial do Camboja). Já em irlandês, tem o significado de “árvore de carvalho”.

Eloá: Antes muito usado em meninos, o nome passou a ser mais popular entre o sexo feminino por causa da terminação “a”. Com simples sonoridade, o nome não significa nada menos do que “Deus”, que tem como origem o “Eloah”, do hebraico.

Emma: O nome surgiu na Inglaterra por volta do ano de 1002 através da rainha Emma da Normandia e tornou-se muito popular entre os normandos. É um terminologia feminina teutônica, mas que significa “todo”, “universal”.

Eva: O nome Eva tem origem no hebraico ‘Hawwá’ ou ‘Havah’, derivado da raiz hawá, que quer dizer “ela viveu” e, portanto é atribuído o significado de “a que vive”, “dá vida”, “a vivente”. É nome da personagem bíblica relatada no livro de Gênesis, no Antigo Testamento, como a primeira mulher da humanidade criada por Deus.

Flora: Era a Deusa das flores e da primavera na mitologia romana. Tem significado relacionado a uma pessoa “florida”, cheia de cores e de bem com a natureza.

Gaia: É a Mãe Terra na mitologia grega. O nome indica uma mulher forte, dona do mundo e com grande capacidade geradora, que será uma grande mãe.

Isis: Isis é o nome de uma deusa egípcia que é um símbolo feminino e matriarcal, é a deusa da fertilidade e maternidade e mãe de Horus. A versão grega deste nome significa “eu nasci de mim mesma, não venho de ninguém”.

Leda: Tem origem no nome grego Leda, que deriva do termo lada, que quer dizer “esposa, mulher”. Na mitologia grega, Leda foi rainha de Esparta, casada com Tíndaro, mãe de Helena de Tróia.

Lis (ou Liz): A flor de Lis era um símbolo da realeza francesa que indicava poder, soberania e lealdade.

Luma: O nome provavelmente é uma variação de Luna, que significa “lua” ou “brilhante” com origem no latim. O nome seria ainda atribuído à deusa da lua para os romanos.

Maia: O significado é “grande”, “mãe”, “aquela que dá a vida”. Também remete à Deusa da mitologia grega que reinava na primavera e deu origem ao nome do mês de maio e indica fertilidade da terra e a possibilidade do renascimento.

Maria: É um dos nomes mais populares para meninas. O significado é “senhora soberana” ou “a pura”.